Somos todos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil

É com grande preocupação que a DEN (Diretoria Executiva Nacional) do Unafisco Sindical teve conhecimento da matéria veiculada na edição desta quarta-feira (15/7) do jornal O Globo, em seu caderno de economia, onde, segundo a matéria, os superintendentes regionais e assessores da secretária da RFB (Receita Federal do Brasil), Auditora-Fiscal Lina Maria Vieira, teriam imposto como condição para não haver uma demissão em massa em caso de exoneração da secretária, “que o sucessor dela não venha dos quadros da Previdência Social e que não seja remanescente da gestão do ex-secretário Jorge Rachid”.

Queremos crer que tal imposição não seja verídica. Neste momento de consolidação de um processo de unificação dos Auditores-Fiscais provenientes das antigas SRF (Secretaria da Receita Federal) e SRP (Secretaria Receita Previdenciária), uma decisão desta natureza em nada contribuiria para o processo.

A Diretoria Executiva Nacional repudia qualquer tipo de insinuação que possa indicar preconceito sobre qualquer Auditor-Fiscal em função de sua origem e defende que a escolha do secretário da RFB deve ser dentre os seus pares, através de lista tríplice resultante de eleição direta da qual participem, exclusivamente, os Auditores-Fiscais.
 

Conteúdos Relacionados