Plenária setorial discute Campanha Salarial 2011

A plenária setorial que discutirá o tema Tributos Internos priorizou nesta quarta-feira (4/5) o debate sobre a Campanha Salarial 2011. Como resultado das discussões, foram apresentadas 34 propostas, entre sugestões de alteração da pauta reivindicatória da Classe e propostas de formas de mobilização. A plenária foi conduzida pelos Auditores-Fiscais Marcelo Calheiros Soriano DS (Delegacia Sindical) Curitiba, Javier Padilla (DS/Joinville) e Pérsio Romel Macedo (DS/Poços de Caldas), que ocuparam a mesa na função de presidente, primeiro e segundo secretários, respectivamente.

A plenária decidiu votar primeiramente as propostas que tratam de alteração da pauta reivindicatória. Os delegados aprovaram incluir na pauta a rejeição ao PL (Projeto de Lei) 1992/07, que cria a Previdência Complementar para o servidor público federal, proposição que acaba com a integralidade e a paridade dos proventos dos servidores.

Os delegados também decidiram unificar os dois primeiros subitens do item dois da pauta de reivindicação, que tratam da implementação de um reajuste de 24% no salário final e da criação de uma tabela remuneratória composta por seis padrões, com diferença de 4,5% entre eles. Aprovaram também a inclusão de um item na pauta que trate da solução do fosso salarial. Ao todo, foram votadas nove propostas.

As outras duas plenárias setoriais que vão discutir questões relativas à Aduana e à Previdência também  se voltaram, neste primeiro momento, ao debate da campanha salarial, que continuará sendo o foco dos trabalhos na manhã desta quinta-feira (5/5). O debate dos temas específicos que cabe a cada uma das plenárias será iniciado logo após a conclusão do debate sobre a campanha salarial. As três plenárias levarão as propostas aprovadas para análise e votação durante a plenária nacional, que voltará a se reunir na sexta-feira (7/5).

Conteúdos Relacionados