Fiscalização continua intensa em Foz do Iguaçu

Em continuidade à “Operação Escudo”, que começou no dia 8 deste mês, a equipe de fiscalização da DRF (Delegacia da Receita Federal do Brasil) em Foz do Iguaçu (PR) fez mais apreensões na noite de terça-feira (16/6) e na tarde desta quarta-feira (17/6). Na operação noturna, os alvos foram o posto fiscal de Bom Jesus, no município de Medianeira (PR), alguns hotéis de Foz do Iguaçu, a barranca do Rio Paraná e estacionamentos.

O objetivo da Operação Escudo é combater ilícitos tributários nas Zonas Primária e Secundária, que abrangem além da Aduana da Ponte Internacional da Amizade, áreas de extensão como hotéis, depósitos clandestinos, rodovias, estradas rurais, favelas, postos de fiscalização e desvios.

Estrategicamente, a equipe de 12 pessoas foi dividida em quatro grupos na noite de terça-feira. Dois automóveis carregados com mercadorias e grande quantidade de pneus foram apreendidos em hotéis da cidade. Um terceiro carro de passeio foi surpreendido pela fiscalização na Avenida Costa e Silva, em Foz. Mais dois carros foram interditados no posto fiscal de Bom Jesus. Os veículos estavam carregados de mercadorias, totalizando 46 itens, entre os quais se destacavam peças de vestuário, segundo detalhou o Auditor-Fiscal André Ferreira dos Santos, que participou da operação.

“Nesta época, é comum apreender muitas peças de vestuário, mas também havia produtos de informática e brinquedos”, contou o Auditor-Fiscal. A fiscalização continua atenta ao cotidiano dos locais a serem fiscalizados e a operação não tem data para ser concluída. 

Quarta-feira - Na tarde desta quarta-feira (17/6), a fiscalização apreendeu uma carreta com placa de Criciúma (SC) em um posto de combustível em Foz do Iguaçu. O veículo estava com 14 pneus novos já trocados e prontos para rodar. De acordo com o decreto 6870/2009, desde o dia 4 de junho está proibida a entrada no país de partes e peças de veículos adquiridas no exterior como bagagem acompanhada, pois esses itens estão excluídos do regime aduaneiro, portanto passíveis de retenção pela fiscalização aduaneira. Confira aqui detalhes da operação.

Conteúdos Relacionados