Operação apreende mercadorias irregulares em Belo Horizonte

Cerca de 20 Auditores-Fiscais lotados na Direp (Divisão de Repressão ao Contrabando e Descaminho da Receita Federal do Brasil) da 6ª Região Fiscal participaram hoje (10/7) de operação contra o contrabando e o descaminho na região metropolitana de Belo Horizonte. A operação foi realizada no camelódromo da cidade de Betim, onde foram fiscalizados 33 boxes e retidos cerca de 420 volumes, avaliados em cerca de R$ 150 mil.

Foram retidos brinquedos, eletro-eletrônicos, material de pesca, cigarros, bolsas, relógios, óculos, utilidades domésticas e artigos para veículos. Os volumes foram lacrados e posteriormente as mercadorias serão verificadas. Os proprietários dos produtos foram intimados para comprovar a regularidade da importação, ou a aquisição regular no mercado interno. Caso não consigam fazer essa comprovação, será aplicada a pena de perdimento às mercadorias.

A operação fez parte de uma força-tarefa formada pela Receita Federal do Brasil, o Ministério Público Estadual, as polícias Civil e Militar de Minas Gerais, a Polícia Federal e a Secretaria de Estado da Fazenda. Operações desse tipo estão sendo realizadas quinzenalmente, sempre em shoppings populares. Antes da força-tarefa, é feita uma investigação preliminar em que são indicados os pontos de vendas que trabalham com produtos importados.

 

Conteúdos Relacionados