Segunda parcela do reajuste está garantida

Em mensagem enviada nesta terça-feira (30/6) pelo sistema Siape aos dirigentes de Recursos Humanos do Ministério da Fazenda, a Secretaria de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento informa que, em decorrência da lei 11.890/08, foi atualizado o “valor do subsídio dos cargos de Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil e Auditor-Fiscal do Trabalho, bem como dos cargos de Analista-Tributário da Receita Federal do Brasil”. A mensagem significa que a segunda parcela de reajuste do subsídio será implementada em julho, como previsto no Termo do Acordo e na lei 11.890/08.

Segundo o comunicado, os dirigentes de Recursos Humanos do Ministério da Fazenda terão até o dia 8 de julho para informar à Difol (Divisão de Produção, Consignação e Acompanhamento da Folha de Pagamento), do Ministério do Planejamento, a homologação do reajuste ou qualquer inconsistência de informações.

Importante destacar que o reajuste escalonado em três parcelas (jul/2008, jul/2009 e jul/2010) foi resultado de um acordo firmado após uma demorada e desgastante negociação entre a Classe e o Governo, que só se concretizou após a realização de uma das maiores greves na Receita Federal (54 dias) e uma Campanha Salarial que se estendeu por quase um ano.

O desfecho de todo esse esforço da Classe, diante de uma conjuntura extremamente desfavorável (fim da CPMF, crise financeira mundial, cortes de despesas, pressão da mídia etc), foram importantes conquistas como o subsídio, a paridade, o desatrelamento da remuneração a metas, o fim da avaliação individual com efeitos remuneratórios, a resolução do fosso para a maioria da Classe e o retorno dos Auditores a um patamar remuneratório entre os mais altos do Poder Executivo.
 

Conteúdos Relacionados