Sindifisco Nacional reafirma necessidade de celeridade no concurso

O Sindifisco Nacional vê com preocupação a liminar concedida pela Justiça Federal do Distrito Federal que suspende o concurso para Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil. A Direção Nacional lutou desde o início do ano passado pela realização do concurso, como um tema fundamental da pauta não remuneratória dos Auditores e Auditoras-Fiscais.

Quando do lançamento do certame, fizemos inúmeras diligências para que o quantitativo de vagas fosse maior do que o previsto anteriormente. Alertamos a Administração, também, sobre o calendário excessivamente longo que foi criado para a realização de todas as fases do concurso. Fizemos gestões junto ao Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) para que mais candidatos fossem chamados para o curso de formação.

Mostramos os problemas que poderiam advir da realização do concurso por uma entidade privada, em oposição ao que ocorria ao longo de décadas, quando era organizado pela Escola de Administração Fazendária (Esaf). Fizemos, inclusive, reiterados pedidos à Receita Federal e a todo o governo federal para a recriação da Esaf.

Infelizmente, agora ocorreu essa decisão ruim para toda a Receita Federal, em especial para os novos colegas que estão chegando e para aqueles que esperam a finalização do concurso para conseguirem a sonhada remoção.

Não é aceitável essa suspensão. O concurso precisa ter seu fim. Os novos colegas precisam ser logo nomeados. A Direção Nacional está estudando medidas administrativas e judiciais para influir na conclusão com celeridade desse problema. O concurso não pode ficar parado.

Saiba mais:

Defesa do concurso público

Urgência do concurso público

Inclusão do concurso público na pauta de reivindicações

Sobre o número insuficiente de vagas previstas

Sobre a atuação aduaneira frente à redução de quase 5.000 Auditores

Reunião com ministro para cobrar o concurso público

Cobrança à Secretaria de Gestão e Desempenho de Pessoal (SGP)

Autorização do concurso e a insuficiência de vagas

Reportagem da Folha sobre a redução em 40% do efetivo de Auditores

Debate da categoria com Cogep sobre o Concurso de Remoção

Publicação do edital do concurso e seus graves equívocos

Retificação do edital e ampliação da lista de aprovados até o triplo das vagas

Nota Pública do Sindifisco Nacional sobre o concurso

Conversa com os recém aprovados Auditores-Fiscais na sede nacional do Sindifisco

Solicitação ao MGI para a nomeação de todos os 449 aprovados no concurso

Nova solicitação para a nomeação de todos os 449 aprovados no concurso

Emenda pela recriação da Esaf

Nota Pública de repúdio à condução do concurso

Conteúdos Relacionados