Sindifisco destaca contribuição da categoria em relatório sobre reestruturação e Regimento Interno da Receita

O segundo dia de reunião do Grupo de Trabalho do Sindifisco Nacional sobre reestruturação e Regimento Interno da Receita Federal foi marcado por discussões sobre princípios e modelos de administração tributária, o perigo da virtualização excessiva do órgão – com risco de perda de capilaridade –, além dos processos de trabalho específicos das diversas áreas, como aduana, tributos internos e atendimento. O grupo é formado por representantes da Direção Nacional e onze Auditores-Fiscais de diversos setores do órgão e Regiões Fiscais (veja vídeo acima).  

“Traçamos, em linhas gerais, críticas ao modelo que está sendo proposto pela Receita Federal e coletamos diversos elementos para a finalização do relatório do Sindifisco Nacional, que será entregue à Administração da Receita no fim deste mês”, destacou o diretor-adjunto de Estudos Técnicos, Auditor-Fiscal Marcelo Lettieri, que, ao lado do diretor de Relações Internacionais, Auditor-Fiscal Dão Real Pereira dos Santos, representa a Direção Nacional no Grupo de Trabalho criado pela Receita Federal para discutir os dois temas, sob a coordenação da secretária-adjunta, Auditora-Fiscal Adriana Gomes Rêgo.  

Dão Real destacou a importância da participação da categoria nesse processo e ressaltou que a Direção Nacional continua aberta às contribuições, via e-mail da Diretoria de Estudos Técnicos (estudostecnicos@sindifisconacional.org.br).

A Direção Nacional continuará solicitando à Receita a ampliação do prazo para as discussões, além de participação nos debates sobre os processos de trabalho que serão impactados tanto pela reestruturação quanto pelo Regimento Interno.  

Pela Direção Nacional, também participaram dos dois dias de debates os diretores Luiz Martins (Administração e Finanças) e Maria de Lourdes (Lourdinha) Carvalho (Defesa da Justiça Fiscal e da Seguridade Social, de Políticas Sociais e Assuntos Especiais).  

Conteúdos Relacionados