Santos: sem liberação de cargas e movimentação de processos

Com adesão praticamente total, os Auditores de Santos (SP) ratificaram as decisões aprovadas na Assembleia de 30 de maio e não liberaram cargas na Aduana, exceto as emergenciais, como perecíveis e medicamentos, nem movimentação de processos e atendimento ao público. Na DRF (Delegacia da Receita Federal), não houve movimentação de processos, atendimento ao público ou lançamento de créditos tributários. Veja na íntegra.

Conteúdos Relacionados