Receita Federal apreende 126 toneladas de produtos piratas

A unidade da RFB (Receita Federal do Brasil) no Porto de Itaguaí, no Rio de Janeiro, apreendeu no último fim de semana 126 toneladas de produtos piratas, sendo 2/3 (cerca de 84 toneladas) de falsificação de roupas de marcas famosas. Os produtos estavam acondicionados em seis contêineres vindos de Hong Kong, na China. O valor da carga está estimado em US$ 3 milhões.

Segundo o inspetor do Porto de Itaguaí, Auditor-Fiscal Fernando Figueiredo, a equipe de trânsito vistoriou dois dos três contêineres que estavam vinculados a DTA (Declarações de Trânsito Aduaneiro) e já constatou irregularidades. Numa pesquisa mais refinada, descobriu-se outros três contêineres da mesma empresa que não estavam vinculados a nenhuma declaração. "Como essa empresa é de Vitória (ES), onde existe porto, e pretendia fazer trânsito para outra localidade, suspeitamos de que haveria um alto grau de risco de que essa mercadoria fosse desviada", explicou Figueiredo.

Neste caso, além da lavratura do auto de infração, haverá representação penal contra a empresa, seguindo o caso para o Ministério Público. “A investigação durou cerca de duas semanas. Uma operação como esta é uma resposta à sociedade de que estamos desempenhando nossas funções, correspondendo com o que a população espera de nós”, disse o inspetor.