Movimentação dos Auditores pela Campanha Salarial continua a repercutir na Mídia

A mobilização da Classe pela Campanha Salarial 2012 tem, diariamente, repercussão na mídia. Na sexta-feira (24/8), diversos veículos de comunicação abordaram assuntos como a paralisação de dois dias dos Auditores-Fiscais da RFB (Receita Federal do Brasil) na zona secundária, ocorrida nos dias 22 e 23 de agosto; o impacto do movimento em setores significativos da economia; bem como a posição de representantes sindicais sobre a proposta de reajuste apresentada pelo Governo.

O Jornal do Commercio, de Pernambuco (PE), lembrou que a paralisação dos Auditores na zona secundária ocorreu em protesto à proposta de aumento salarial feita pelo Governo. “Segundo o Sindifisco Nacional, a paralisação mobiliza o setor administrativo (chamado de zona secundária) do órgão. A estimativa do Sindicato é de que a adesão está em torno de 70% dos servidores”, ressalta a publicação.

Já a edição do jornal O Globo informa que, segundo o presidente do Sindifisco Nacional, a paralisação desta semana teve a adesão de 80% da Classe. “Ele avisou que os auditores vão voltar a cruzar os braços nos dias 28 e 29 de agosto. Em busca de um aumento de 30,18%, os auditores mantêm a operação-padrão nos portos há dois meses e sete dias, com retenção de cargas”, salienta o jornal.

O portal de notícias “Portos e Navios Online” destaca os efeitos da movimentação dos servidores públicos federais nos portos do país. “De acordo com Luiz Fernando Nogueira, presidente do Sindicato dos Auditores-Fiscais da Receita Federal (Sindifisco) de Salvador e Região Metropolitana, apenas medicamentos, alimentos perecíveis, explosivos, armamentos e urnas funerárias estão sendo liberadas pelos fiscais da Receita.

O jornal ressalta ainda que, na terça e quarta-feira da semana que vem, os Auditores-Fiscais pretendem paralisar as atividades de desembaraço na Alfândega, do Porto e também do Aeroporto de Salvador.

A edição desta sexta-feira do Valor Econômico relata que os Auditores-Fiscais da RFB estão entre os servidores que rejeitaram a proposta apresentada pelo Executivo na semana passada.

Marília – Na manhã de sexta-feira o diretor de Estudos Técnicos da DEN (Diretoria Executiva Nacional) e presidente da DS (Delegacia Sindical) Marília (SP), Luiz Benedito, concedeu entrevista à rádio Jovem Pan quando em um bate papo com o radialista Giroto Filho passou informações sobre o movimento de mobilização da categoria. Benedito disse ao jornalista que o Sindicato tenta negociar com o Governo há mais de um ano e quando ele apresenta uma proposta quer impor a sua vontade.

Conteúdos Relacionados