Manifestações marcam primeiro dia da greve dos Auditores

O primeiro dia da greve dos Auditores da Receita Federal foi marcado por manifestações em diversas localidades. Aprovada em Assembleia Nacional no dia 20 de setembro, a greve demonstra a indignação da categoria diante da falta de posicionamento efetivo do governo em relação ao cumprimento integral do Plano de Aplicação do Fundaf e às alterações no texto do Decreto 11.545/2023.

Em Porto Alegre, Auditores e Auditoras fizeram uma manifestação em frente ao prédio do Ministério da Fazenda, também conhecido como “Chocolatão”. Em seguida, participaram de uma reunião coordenada pela Delegacia Sindical e pelo Comando Local de Mobilização, na qual foram decididas novas ações para quarta-feira (22) e sexta (24).

A DS/Brasília recebeu o deputado federal Rafael Prudente (MDB/DF) no Café com Política. O secretário-geral do Sindifisco Nacional, Auditor-Fiscal Hélio Fernando Muylaert, representou a Direção Nacional na atividade que marcou o início da greve na capital federal. No encontro, foi levantada a importância de incluir no Orçamento 2024 os recursos para o pagamento do bônus em conformidade com o Plano de Aplicação do Fundaf. O parlamentar, que é suplente na Comissão Mista de Orçamento (CMO), concordou com os argumentos dos Auditores-Fiscais.

Imagens, fotos e informações sobre as atividades de mobilização devem ser enviadas para os canais de comunicação do Departamento de Comunicação do Sindifisco para que sejam divulgadas à categoria. Basta encaminhar as informações para o e-mail jornalismo@sindifisconacional.org.br ou para o contato de WhatsApp já disponibilizado aos Comandos de Mobilização e às presidências das Delegacias Sindicais.

Conteúdos Relacionados