Sindifisco Nacional lamenta morte de José Alencar

Foto: Agência Brasil

Morreu na tarde desta terça-feira (29/3), aos 79 anos, no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, o ex-vice-presidente José Alencar. Exemplo de luta e superação contra um câncer que comprometeu sua saúde durante 14 anos, o político mineiro é reverenciado por parlamentares e autoridades de Estado como um homem ético e comprometido com as causas sociais. Sempre confiante e disposto a lutar pela vida, o político de origem humilde causou comoção em todo o país ao ter seu quadro de saúde agravado nos últimos meses.

Em nota, o presidente da República em exercício, Michel Temer, rememorou um pouco da vida do ex-vice-presidente ao mencionar que “a perda de José Alencar é imensa devido à grande estatura que ele alcançou durante sua vida, seja como empresário, seja como político. Sempre de forma irreparável e exemplar". Ele decretou luto oficial de sete dias no país.

O cortejo fúnebre passará nesta quarta-feira por Brasília, chegando ao Palácio do Planalto, a partir das 10h30. Em Belo Horizonte, o velório ocorrerá na quinta-feira, no Palácio da Liberdade. A DEN (Diretoria Executiva Nacional) lamenta a perda do ex-vice-presidente e reconhece a grandeza de José Alencar manifestada na figura expressiva de um homem comprometido com o país e com seu povo.
 

Conteúdos Relacionados