Sindicato inicia campanha na mídia

O jornal Correio Braziliense desta quarta-feira (18/11) publicou a primeira peça publicitária da campanha do Sindifisco Nacional pela aprovação da LOF (Lei Orgânica do Fisco). Com o lema “Lei Orgânica do Fisco: boa para a sociedade, essencial para o Brasil”, a campanha tem o objetivo inicial de chamar a atenção dos parlamentares para a questão. “Queremos mostrar que existe um projeto de Lei Orgânica, que há previsão legal para que ela seja editada, e que a LOF fortalece a RFB (Receita Federal do Brasil) e, portanto, é boa para a sociedade brasileira”, explica o diretor de Comunicação do Sindifisco, Kurt Theodor Krause.

 

Além do Correio Braziliense, outros veículos serão utilizados nesta primeira fase. Serão publicados anúncios no jornal Valor Econômico, veiculados spots na rádio CBN, filmes na Globonews (durante os programas Jornal das Dez, Mirian Leitão e Alexandre Garcia) e na TV Aeroporto de Brasília, além de banners nos portais G1 e UOL, bem como na edição virtual do jornal Folha de S. Paulo. Os banners sairão sempre ao lado de matérias sobre política e economia.

Como o objetivo é chamar a atenção dos parlamentares, os anúncios serão publicados e veiculados no meio da semana, período em que deputados e senadores estão em Brasília e mais atentos ao que sai na imprensa nacional. Com exceção dos anúncios virtuais, os demais deixarão de ser veiculados em 17 de dezembro, já que a partir dessa data o Congresso Nacional entrará em recesso. A campanha será mantida na internet pelos meses posteriores como forma de manter o tema LOF em evidência.

O Sindicato também criou o site www.lof.org.br, onde constam informações sobre a proposta dos Auditores-Fiscais e onde também estarão disponíveis os anúncios veiculados na mídia. Essa primeira fase da campanha pela aprovação da LOF está sendo realizada com recursos do Fundo de Mobilização. A autorização para a utilização desses recursos foi dada na Assembleia Nacional realizada no dia 8 de outubro passado.

“A nossa expectativa é que a partir de março do próximo ano a campanha seja ampliada, com a utilização de outras mídias, para que não só os parlamentares sejam sensibilizados, mas toda a sociedade”, adiantou o Diretor de Comunicação do Sindifisco.
 

Conteúdos Relacionados