Foz do Iguaçu em defesa do adicional de fronteira

A manhã de quarta-feira (26/2) começou, na DRF (Delegacia da Receita Federal do Brasil) Foz do Iguaçu (PR), com uma manifestação conjunta em prol da implementação da Indenização de Fronteira. 

Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil lotados na unidade juntaram-se ao corpo funcional de outras carreiras do serviço público, como Auditores-Fiscais do Trabalho, Analistas Tributários da Receita Federal do Brasil, Agentes da PF (Polícia Federal), da PRF (Polícia Rodoviária Federal) e do Ministério da Fazenda e, devidamente representados por seus sindicatos e associações de Classe, tornaram pública a insatisfação das categorias pela morosidade do Governo com a questão.

Os participantes agruparam-se inicialmente nas laterais da PIA (Ponte Internacional da Amizade), agitando faixas e distribuindo panfletos às pessoas que passavam, enquanto a PF e a PRF procediam na revista de veículos e passageiros sobre a pista.

Eles também encaminharam-se para a entrada da Aduana, onde foi instalado um totem no qual estão registrados os dias que transcorreram desde a aprovação da Indenização de Fronteira pelo Congresso Nacional até hoje, quando ainda se aguarda a regulamentação pelo poder Executivo. O painel vertical recebeu o nome de “Indenizômetro”.

O ato durou até às 9h30 e teve ampla cobertura da imprensa local. Confira fotos:

{yoogallery src=[images/publicacoes/boletins/2014/02-Fevereiro/Bol1104/Foz_Indenizacao/]}

Conteúdos Relacionados