Fonacate prepara novas ações pelos interesses das carreiras

O Fonacate (Fórum Nacional Permanente das Carreiras Típicas de Estado) reuniu as entidades que o compõem na tarde de terça-feira (29/7) para discutir novas ações em prol da votação da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 555/06, o processo eleitoral da Funpresp (Fundação de Previdência Complementar do Serviço Público Federal) e ainda o encontro com os presidenciáveis e o processo Eleições Gerais 2014. Pelo Sindifisco Nacional, participou do debate, o secretário-geral da entidade, Mário Pinho.

O Instituto Mosap (Movimento dos Servidores Aposentados e Pensionistas) anunciou uma série de manifestações que serão realizadas no mês de agosto no Congresso Nacional e em outras cidades estrategicamente escolhidas: Porto Alegre, na rua onde fica o comitê do deputado líder do Governo Henrique Fontana PT/RS; Natal, em frente ao comitê central do presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves PMDB/RN; e em Santo André (SP) às portas do deputado Vicentinho PT/SP.

Na mesma linha, o Unafisco Associação Nacional também informou que, no dia 16 de agosto, a Frente Rio pela PEC 555/06 pretende reunir duas mil pessoas em frente ao Grupo Municipal do Rio de Janeiro em um manifesto, de 10h às 18h, em prol aprovação da matéria.

Funpresp – Outro assunto muito debatido foi o processo eleitoral da Funpresp. As entidades foram chamadas a indicar representantes para compor as chapas que concorrerão ao pleito. Sobre esse assunto, o secretário-geral Mário Pinho ressaltou que, além de indicar os nomes de representantes, é necessário que haja um compromisso dos indicados com um Fórum criado no âmbito do Fonacate de munir as carreiras com informações sobre o funcionamento e os projetos da Fundação.

“É preciso pensar estrategicamente nas pessoas que indicaremos, pois esses representantes, caso a chapa por eles composta seja eleita, deverão ter o compromisso com as carreiras típicas de Estado de fazer com que participemos de forma efetiva das ações da Fundação, de modo que possamos influenciar nas decisões que serão tomadas e evitar que o patrimônio dos servidores públicos seja colocado em risco”, chamou atenção.

O Fórum deve escolher os nomes dos representantes a serem indicados na próxima reunião.

Por fim, as entidades discutiram as Eleições 2014 e o encontro com os presidenciáveis. Uma carta está sendo elaborada para ser entregue aos três principais candidatos.

O Fórum também discutiu como dar visibilidade às candidaturas de servidores que compõem as carreiras típicas de Estado, dentro da legalidade. Ficou acertado que o Fonacate consultará um especialista em processo eleitoral para verificar essa possibilidades. 

Conteúdos Relacionados