Apresentação

O combate ao assédio e ao gerencialismo estão entre as prioridades da Diretoria de Defesa Profissional, além da promoção da saúde, da qualidade de vida no trabalho e da equidade de gênero.

Compete à diretoria orientar os Auditores-Fiscais sobre direitos funcionais, condições de segurança no trabalho fiscal, ética, normas de condutas e processo administrativo disciplinar. Para isso, faz parte das ações a realização de encontros e seminários para discussão de assuntos relacionados à atividade profissional da categoria.

Também está entre as missões da pasta o trabalho em parceria com a Diretoria de Estudos Técnicos, na análise de atos administrativos e dispositivos legais de iniciativa de qualquer autoridade que afetem a atividade profissional da categoria, bem como a proposição de normas que visem a defesa das prerrogativas do cargo.

Pesquisas sobre assuntos de natureza fiscal e relacionados com a atividade profissional da categoria, articulação junto à Administração da Receita Federal para a construção de uma política de pessoal adequada e acompanhamento de crimes contra Auditores-Fiscais, em parceria com as Delegacias Sindicais, completam o rol das atribuições da diretoria.

Os Auditores-Fiscais Nory Celeste de Sais Ferreira (diretora) e Glauco Eggers (diretor-adjunto) estão à frente da pasta.