Direção Nacional se reúne com MGI para assinar termo de acordo 2024 e apresentar pautas para Mesa Específica de negociação

A Direção Nacional do Sindifisco se reuniu, na tarde desta terça-feira (30), com o secretário de Relações do Trabalho, do Ministério da Gestão e da Inovação (MGI), José Lopez Feijóo, para assinar o Termo de Acordo entre o governo federal e os Auditores-Fiscais para 2024.

Na sexta-feira (26), logo após o encerramento da Assembleia Nacional, o presidente do sindicato, Auditor-Fiscal Isac Falcão, entrou em contato com o MGI para informar sobre o resultado. A categoria aprovou, por 55,09% dos votos, a proposta apresentada pelo governo federal no âmbito da Mesa Nacional de Negociação Permanente.

No acordo assinado com os servidores públicos federais, o governo assumiu o compromisso de promover o reajuste dos benefícios assistenciais a partir de 1º de maio. Também consta do Termo de Acordo aprovado que as negociações com cada carreira continuarão no âmbito das mesas específicas e temporárias, que serão instaladas até julho para todas as categorias.

Os diretores do Sindifisco levaram ao secretário Feijóo as pautas que são importantes para a categoria negociar na Mesa Específica, como integralidade do bônus, adequação do ressarcimento para atenção à saúde, reestruturação de carreira e fim da escadinha inicial para os recém ingressados na Receita Federal, bem como reajuste no vencimento básico.

Estiveram presentes, além de Isac Falcão, os Auditores-Fiscais Dão Real (diretor de Relações Internacionais e Intersindicais) e Floriano de Sá Neto (diretor de Assuntos Parlamentares). Também participou da reunião o diretor de Relações do Trabalho no Serviço Público (MGI), Mário dos Santos Barbosa.

Conteúdos Relacionados