Diante da falta de propostas do governo, Fonasefe prepara semana de mobilização

A preparação das atividades da Jornada de Mobilização programada pelo Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe) foi a pauta da reunião desta sexta-feira (25) entre as entidades que compõem o colegiado. O diretor de Assuntos Parlamentares, Auditor-Fiscal Floriano Sá Neto, representou o Sindifisco Nacional na discussão.

O governo ainda não apresentou uma proposta para atendimento das pautas dos servidores na Mesa Nacional de Negociação Permanente. O Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) se comprometeu a convocar as entidades representativas de servidores federais antes do prazo final de envio da proposta orçamentária ao Congresso, ou seja, antes da próxima quinta (31).

As atividades da Jornada de Mobilização têm como objetivo pressionar o governo a fazer uma negociação de fato. Nesse sentido, estão programados atos públicos nos aeroportos dos estados nos dias 28 e 29 de agosto e visitas aos gabinetes dos parlamentares na Câmara dos Deputados, em Brasília. Na noite do dia 29, os servidores vão participar de um seminário sobre Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), Arcabouço Fiscal e Fundo Público, no Auditório do Andes (Setor Comercial Sul · Quadra 2, Edifício Cedro II · 5 º andar, Bloco “C”), com transmissão ao vivo. A discussão será conduzida pelo economista e professor da UnB Evilásio Salvador.

No dia 30, as entidades promovem um ato público na Esplanada dos Ministérios, com concentração a partir das 9h, no Espaço do Servidor. Cartazes e faixas serão usados para dar visibilidade às demandas dos servidores e denunciar a falta de negociação.

Após a Jornada de Mobilização, o Fonasefe está programando uma Plenária Nacional juntamente com o Fórum Nacional de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate) e as centrais sindicais.

Conteúdos Relacionados