“Dia do canal vermelho” em portos e aeroportos intensifica greve dos Auditores

No mesmo dia em que o governo federal apresentou uma proposta inaceitável para a categoria (veja matéria aqui), Auditores-Fiscais de todo o país realizaram o “Dia do canal vermelho”, uma ação conjunta em portos, aeroportos e fronteiras, com verificação física e documental da totalidade dos produtos que passam por inspeção.

No Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, onde mais de 200 mil remessas estão represadas, os Auditores-Fiscais se reuniram num café da manhã e reforçaram a ação do Dia do Canal Vermelho. Em Porto Alegre, os Auditores-Fiscais também se reuniram para um café da manhã. Em Itaguaí, Uruguaiana e Porto Xavier, as filas de caminhões parados refletem a força da mobilização da categoria, que há sete anos luta pelo cumprimento do acordo salarial firmado com o governo.

O calendário de mobilização deve se tornar ainda mais intenso nos próximos dias e outras ações já estão programadas. Nesta sexta-feira (1º), às 9h, haverá um ato público em Belém, na superintendência da 2ª Região Fiscal. Na terça-feira (5), às 14h, a manifestação será no Recife, na superintendência da 4ª Região Fiscal. O próximo dia 6 será marcado como o “Dia de devolução formal dos trabalhos”.

Iniciada no dia 20 de novembro, após deliberação da Assembleia Nacional, a greve da categoria tem alcançado repercussão nacional, com grandes volumes de cargas e encomendas retidos nos portos e aeroportos. Já foram realizados atos em diversas cidades, como Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Além disso, seguem suspensas as sessões de julgamento no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf).

Acompanhe a seguir os registros:

Galeão:

Itaguaí:

Porto Alegre:

Uruguaiana:

Porto Xavier:

Conteúdos Relacionados