DEN conversa com Auditores-Fiscais da DRJ Rio de Janeiro

A capital carioca, sede da Rio+20 (Conferência Ambiental da Organização das Nações Unidas) nesta semana, recebeu na quinta-feira (14/6) a visita de representantes da DEN (Diretoria Executiva Nacional), do CNM (Comando Nacional de Mobilização) e do CDS (Conselho de Delegados Sindicais). Pela manhã, pelo menos 20 Auditores lotados na DRJ (Delegacia de Julgamento) conversaram com os sindicalistas sobre o movimento pela Campanha Salarial 2012.

Receptivos às informações apresentadas pelo vice-presidente do Sindicato, Lupércio Montenegro, e pelo secretário-geral, Ayrton Eduardo Bastos, os Auditores elucidaram dúvidas acerca das ações de mobilização da Classe e apresentaram sugestões para a continuidade do movimento.

Lupércio Montenegro fez um breve histórico das negociações com o Governo, iniciadas ainda em 2011. Reforçou os motivos que levaram a Classe a deliberar em Assembleia pelas mobilizações de advertência e a paralisação por tempo indeterminado a partir do dia 18 de junho.

O sindicalista lembrou também a importância do envolvimento da categoria em todo o país de modo a demonstrar ao Governo a força e união da Classe e sensibilizá-lo da necessidade urgente da apresentação de uma contraproposta à pauta reivindicatória entregue, em março, ao secretário de Relações do Trabalho do Ministério do Planejamento, Sérgio Mendonça.

“Em 2011, o Governo protelou e acabou não concedendo nenhum aumento para a Classe. De 2008 para cá, quando nos foi dado o último reajuste, nem a recomposição inflacionária nos foi concedida. Se não agirmos agora ficaremos sem reajuste por pelo menos mais dois anos”, afirmou Lupércio.

Ayrton reforçou as palavras do vice-presidente e lembrou que, na última reunião com o Governo, o Sindifisco propôs que só fosse marcado outro encontro quando o Executivo tivesse algo de concreto para apresentar. "O Governo iniciou as conversas trabalhando com a data de 30 de agosto. Argumentamos que nossa data final era 31 de maio, uma vez que 31 de agosto é a data limite para o envio da LOA (Lei Orçamentária Anual) ao Congresso Nacional. Como até o momento não nos foi apresentado nada, intensificamos a mobilização", ressaltou o sindicalista.

O secretário-geral conclamou os Auditores do Rio de Janeiro a se engajar inteiramente no movimento, tendo em vista a importância desses Auditores para a mobilização. “Temos que mostrar o quanto estamos insatisfeitos com a forma que o Governo vem tratando a Classe”.

Ayrton comentou a preocupação do Governo com a possibilidade da paralisação da Classe interferir no andamento da Rio+20 e lembrou que, em contrapartida, a Administração Federal dobrou o valor da diária para os servidores de outros estados que estarão na cidade para a Conferência.

Os sindicalistas falaram também da reunião com secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa, quando ele manifestou a preocupação do Governo e afirmou que iria procurar a ministra do Planejamento, Mirian Belchior , para tentar antecipar o calendário de negociação e a discussão sobre o atendimento da pauta reivindicatória da categoria.

Pela DEN, também participaram da visita à DRJ, os diretores de Relações Internacionais, Fabio Galizia; de Estudos Técnicos, Luiz Benedito, e o adjunto de Assuntos de Aposentadoria e Pensões, Eduardo Artur Neves Moreira.

A visita ao Rio de Janeiro para tratar sobre Campanha Salarial levou a capital carioca pelo menos 20 representantes sindicais, entre integrantes da DEN, do CNM, e do CDS. O presidente do Sindifisco Nacional, Pedro Delarue, também participou das visitas.

Conteúdos Relacionados