CDS se reúne pela manhã e segue para o Dia de Protesto Fora da Repartição

A reunião dos delegados sindicais da quarta-feira (8/8) que, devido às atividades relativas ao Dia de Protesto Fora da Repartição, foi realizada apenas na parte da manhã, dedicou-se a discussões políticas, sem deliberações. A administração das mobilizações locais e nacionais e o Fundo de Corte de Ponto foram alguns dos assuntos discutidos.

O presidente do Sindifisco Nacional, Pedro Delarue, falou sobre as propostas da DEN (Diretoria Executiva Nacional) para mobilizações dentro e fora da repartição. “Não estamos presos ao prazo de envio da Lei de Diretrizes Orçamentárias. Esse não é um problema nosso, mas do Governo. Nosso movimento pode ser realizado a qualquer tempo, dentro ou fora da repartição, até que as reivindicações sejam atendidas”.

Um entendimento com o qual o coordenador do CNM (Comando Nacional de Mobilização), Raul Cabadas Filho, comunga. Ele avalia que mobilizações dentro da repartição têm sido eficazes. Essa qualidade também pontuada pelo secretário-geral, Ayrton Eduardo Bastos, que destacou ainda o fato de o Governo já estar sentindo fortemente os efeitos da mobilização permanente dos Auditores.

“É preciso entender que já estamos em greve permanente há muito mais tempo que outras categorias, só que dentro da repartição”, disse Ayrton rebatendo alguns questinamentos de delegados em relação ao fato de outras categorias estarem entrando de greve hoje. O segundo vice-presidente do Sindicato, Sérgio Aurélio Velozo Diniz, reforçou que os efeitos da mobilização da Classe estão sendo tão fortemente sentidos que provocaram o Decreto 7.777/12 e Portaria MF (Ministério da Fazenda) 260/12 como reações, ainda que equivocadas.

Vale destacar que o Sindicato já está contestando judicialmente tais medidas, conforme relatou o diretor-adjunto de Assuntos Jurídicos, Luiz Henrique Franca, e a gerente do Departamento, Priscilla Baccile, aos delegados. Na quinta-feira (9/8), eles voltarão ao Plenário para continuar esclarecendo dúvidas. Já que os delegados não retomam a reunião do Conselho na tarde desta quarta, porque vão engrossar a manifestação em frente ao Ministério do Planejamento, em Brasília (DF).

Conforme noticiado pelo site, a DEN está oferecendo transporte para tal protesto. Confira.

{yoogallery src=[ images/publicacoes/boletins/2012/08agosto/Bol721/Galeria_CDS/]}

Conteúdos Relacionados