Sindifisco recomenda ajuda às vítimas de Alagoas

Atento à tragédia provocada pelas chuvas das últimas semanas em Alagoas, o Sindifisco Nacional recomenda a seus filiados que se engajem nas campanhas de doações para ajudar as vítimas desabrigadas. O posicionamento adotado pelo Sindicato é o mesmo da época das enchentes ocorridas em Santa Catarina e do terremoto no Haiti.

Desta vez, em Alagoas, mais de 26 mil pessoas perderam suas casas em função das chuvas. Segundo as mesmas estatísticas, há 607 pessoas desaparecidas, sendo 500 só no município de União dos Palmares, um dos mais afetados, com 9 mil desabrigados.

Dezessete municípios já decretaram situação de emergência (Santana do Mundaú, Joaquim Gomes, São José da Laje, União dos Palmares, São Luiz do Quitunde, Matriz do Camaragibe, Jundiá, Jacuípe, Branquinha, Paulo Jacinto, Quebrangulo, Capela, Cajueiro, Atalaia, Viçosa, Rio Largo e Murici). Outros quatro estão em estado de calamidade pública.

Os interessados em ajudar os desabrigados podem depositar qualquer quantia em dinheiro em duas contas bancárias oficiais, fornecidas pela Defesa Civil de Alagoas. São elas:

Caixa Econômica Federal 
Conta corrente 955-6 / Agência 2735 / Operação 006 
 
Banco do Brasil
Conta corrente 5241-8 / Agência 3557-2