CEN realiza retirada do primeiro lote de votos encaminhamos por correspondência

A Comissão Eleitoral Nacional (CEN) realizou nesta terça (14) a retirada do primeiro lote contendo cédulas enviadas por correspondência para as Eleições 2021 da Direção Nacional e do Conselho Fiscal Nacional. Foram retirados 68 envelopes com cédulas do primeiro turno e três envelopes do segundo turno. Além disso, sete envelopes retornaram à CEN por endereço inválido em razão de cadastro desatualizado.

Na ocasião, estavam presentes representantes das chapas 1 e 2 (“Rumo Certo” e “Resgate do Cargo”). Todo o material foi numerado, carimbado e guardado no cofre da CEN para posterior apuração. Também foi produzida uma ata detalhando o procedimento.

Os votos enviados pelos filiados através dos Correios serão contabilizados após a apuração dos votos pela internet e das urnas. As próximas retiradas de lotes estão previstas para os dias 24 e 29 de setembro.

Segundo explica a presidente da CEN, Auditora-Fiscal Maria Carmen Fantini de Castro e Carvalho Nepomuceno, as cédulas do segundo turno que já foram encaminhadas à comissão pelos filiados serão consideradas nulas, uma vez que é necessário aguardar a proclamação do resultado do primeiro turno para que se inicie o envio dos votos do segundo turno.

Conforme já informado pela CEN, os filiados receberam dois kits de votação, sendo o kit de cor rosa para o primeiro turno, e o kit de cor laranja para o segundo. Cada kit contém uma cédula eleitoral, um envelope para o voto e um envelope Carta-Resposta. Apenas os envelopes Carta-Resposta podem ter identificação do filiado. O kit rosa deve ser encaminhado até o dia 23 de setembro, enquanto o kit laranja só pode ser encaminhado após a divulgação do resultado do primeiro turno.

O envelope Carta-Resposta não precisa ser selado, mas é importante solicitar ao atendente dos Correios que carimbe o documento de forma legível. Também não deve ser colocada nenhuma identificação do filiado no voto, sob pena de anulação.

Três chapas concorrem à Direção Nacional. Os candidatos a presidente são os Auditores-Fiscais Ayrton Eduardo de Castro Bastos (Chapa 1 – “Rumo Certo”), Isac Moreno Falcão Santos (Chapa 2 – “Resgate do Cargo”) e Cláudio Márcio Oliveira Damasceno (Chapa 3 – “Avançar”).

O primeiro turno da eleição será realizado nos dias 16 e 17 de setembro, pela internet, e no dia 23 de setembro, de forma presencial. O segundo turno está marcado para os dias 4 e 5 de novembro, com votação pela internet, e no dia 11 de novembro, presencialmente. O segundo turno só ocorrerá se nenhuma das chapas alcançar 50% dos votos mais um.

Conteúdos Relacionados