Ex-secretária presta depoimento no Senado

Em depoimento à CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado, na manhã desta terça-feira (18/8), a ex-secretária da RFB (Receita Federal do Brasil) Auditora-Fiscal Lina Maria Vieira rebateu as insinuações sobre insatisfações de integrantes do Governo com a arrecadação durante sua gestão no comando do órgão. 

A ex-secretária disse aos senadores que a queda na arrecadação está atrelada à crise econômica internacional e à política econômica adotada pelo Governo frente ao cenário. “No primeiro ano na Receita, dez meses foram de crise. Fazer comparação com a arrecadação de 2009 com 2008, que foi de bonança, é patético”, afirmou a ex-secretária.

Lina apresentou aos parlamentares números sobre as arrecadações da RFB no período em que esteve no cargo, assim como elencou programas adotados no órgão durante a sua gestão. 

A DEN (Diretoria Executiva Nacional) reforça que as isenções concedidas pelo Governo com o objetivo de aquecer a economia diante da crise financeira mundial, sem que a RFB fosse ouvida, teve como reflexo direto a queda da arrecadação. Para a DEN, a formulação da política tributária é uma função da Receita e não de outros órgãos do Goveno, o que evitaria interferências políticas.

 

Conteúdos Relacionados