Campanha Salarial: Fonasefe define atividades da Jornada de Lutas

Uma plenária no dia 7 de novembro e um ato público no dia 8 são as principais ações definidas, até o momento, para a Campanha Salarial 2024. A decisão foi tomada durante a reunião semanal do Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe), realizada nesta sexta-feira (27). O diretor de Assuntos Parlamentares, Auditor-Fiscal Floriano Sá Neto, representou o Sindifisco Nacional na discussão. 

Conforme definido anteriormente, servidores públicos de todo o país devem participar da Jornada de Luta, nos dias 7 e 8 de novembro. A plenária do dia 7 será transmitida pelos canais de comunicação do Fonasefe. Para o dia 8, a expectativa é que sejam realizadas manifestações no Congresso Nacional, onde estará sendo votado o orçamento 2024, e na sede do Ministério da Gestão e da Inovação (MGI). Para as duas atividades, é esperada participação maciça dos servidores de Brasília. Também devem ser realizados atos públicos nos estados. 

Diante da convocação de uma nova reunião da Mesa Nacional de Negociação Permanente (MNNP) para o dia 16 de novembro, o Fonasefe marcou uma grande vigília para a mesma data, com a possibilidade de nova plenária após a reunião.  

As entidades também deliberaram pela elaboração de um documento público, exigindo que já na reunião do dia 16 o MGI apresente uma proposta efetiva sobre a questão salarial. O objetivo do documento é registrar e deixar ainda mais claro para o governo federal que servidores não se contentarão em discutir apenas a revogação de normas que precarizam o serviço público. A cobrança deverá ser reiterada na abertura da Mesa e o documento irá manifestar, mais uma vez, a indignação dos servidores diante da falta de resposta do governo à pauta remuneratória e informar que as entidades estão prontas para intensificar as ações de pressão. 

Conteúdos Relacionados