Bônus: Direção Nacional discute fim da escadinha com secretário da Receita  

O fim da escadinha do bônus para todos os Auditores-Fiscais – aposentados e em início de carreira – foi a pauta da reunião entre o presidente do Sindifisco Nacional, Auditor-Fiscal Isac Falcão, e o secretário especial da Receita Federal, Robinson Barreirinhas, na tarde desta quinta-feira (9), na sede do órgão, em Brasília.  

Na ocasião, Isac Falcão informou ao secretário que o Conselho de Delegados Sindicais (CDS), reunido durante esta semana, na capital federal, votou a favor da paridade do bônus como pauta prioritária da categoria, aprovando por quase unanimidade proposta trazida pela DS/Alagoas e demonstrando que esta luta está na diretriz também do conjunto das Delegacias Sindicais ao longo do Brasil.

O presidente Isac, reafirmando os esforços da Direção Nacional desde o início da gestão, ressaltou que os Auditores-Fiscais têm direito ao reconhecimento da paridade não somente no âmbito judicial, mas também pela administração pública. “É do mais absoluto interesse do Estado brasileiro que os Auditores-Fiscais tenham uma remuneração digna em sua aposentadoria. Da mesma forma, não existe motivo para os colegas novos, que acabaram de ingressar, recebam menos”, afirmou.  

O dirigente sindical pontuou que, durante a negociação do bônus, foi explicitado que a pauta da paridade continuaria sendo defendida pelo Sindifisco Nacional. “O secretário se lembrou do compromisso em relação à remuneração dos aposentados e da necessidade de valorização dos servidores públicos, ativos e aposentados, e se colocou ao nosso lado para que a nossa Mesa Específica Temporária seja convocada pelo Ministério da Gestão e da Inovação (MGI)”. As reivindicações do Sindifisco Nacional foram encaminhadas por ofício à Receita.  

Também participaram da reunião os Auditores-Fiscais Roberto Kasai, diretor de Assuntos de Aposentadorias e Pensões; Roberto Bueno, vice-presidente do CDS; José Gonzaga Filho, presidente da DS/Alagoas; Francisca Nogueira de Lima, da DS/Brasília; e Sarah Sardinha, da DS/Grande ABC, além do subsecretário de Gestão Corporativa da Receita Federal, Auditor-Fiscal Juliano Neves.  

Conteúdos Relacionados