DEN convida Auditores paulistas a doarem sangue a Lelê

O Sindifisco Nacional reforça a campanha iniciada em novembro de doação de sangue para a Lelê, 10 anos. Filha de um Auditor Fiscal, a menina segue internada no Hospital São Camilo para tratamento de Leucemia LMA. Em breve, Lelê vai receber um transplante haplóide, no qual o pai será o doador. Após o procedimento, a jovem vai necessitar com urgência de sangue e, principalmente, de plaquetas, independentemente do tipo sanguíneo.

Diante de uma doença tão delicada, que infelizmente pode atingir a qualquer lar, o Sindifisco convida os Auditores Fiscais de São Paulo para que se solidarizem e façam a doação de sangue.

A família conta com o apoio do grupo Clube Sangue Bom, localizado na Rua Tavares Bastos, 425, Pompeia. As doações devem ser feitas no nome da paciente: Letícia Barroso de Morais G. Lennaco, que está internada no quarto 18 da UTI do Hospital São Camilo. Alem desse, o Hemocentro de Pernambuco também realiza campanha para ajudar a Letícia.

Além do sangue, a doação de medula óssea é uma importante ferramenta na luta pela cura para a Leucemia. O Redome (Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea) do Ministério da Saúde reúne os dados de mais de 4 milhões de doadores de medula. Quando não há compatibilidade com um parente, é possível buscar um doador compatível no banco que armazena dados dos voluntários no Brasil e no exterior.

Para ser doador de medula óssea, basta procurar o Hemocentro da sua cidade. Se constatada a compatibilidade com algum paciente, o procedimento é rápido, embora seja necessária internação de 24 horas. Saiba mais aqui.

Serviço: Importante informar que o hospital tem estacionamento gratuito, na Rua Barão do Bananal, 1111. Para er direito a estacionar, é preciso compovar que é um doador e isso se faz acessando o hospital e solicitando carimbo ou outro comprovante de doador. 

Colabore com a campanha #TodosporLelê, ajude no tratamento da pequena Letícia, e também de outras famílias!

Conteúdos Relacionados