Auditor convida chefes a responder pesquisa de mestrado acadêmico profissional

Realizar uma abordagem analítica sobre as lacunas de requisitos de habilidades de liderança identificadas em servidores públicos, como “líderes de linha de frente”. Esse é o objetivo da pesquisa desenvolvida pelo Auditor-Fiscal Adalberto Corrêa no mestrado profissional em Administração Pública. A pós-graduação é ofertada pela administração da Receita Federal e está sendo realizada em conjunto com servidores da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, na Fundação Getúlio Vargas.

Foram convidados a participar desse levantamento todos os Auditores-Fiscais da Receita, egressos dos concursos de admissão 2012 e 2014, que exercem atualmente o cargo de “líder de linha de frente”. Ou seja, líderes de equipes de primeiro nível (supervisor de equipe, chefe de equipe etc.).

O procedimento conta com o apoio da Coordenação-Geral de Pessoas (Cogep) e pode ser visto como uma grande oportunidade de autoavaliação sobre as habilidades de liderança. Sendo assim, Adalberto Corrêa encaminhou um e-mail para os 125 Auditores-Fiscais que ocupam essas chefias de primeiro nível, com o link da ferramenta de pesquisa da FGV, Qualtrics.

Considerando o tempo estimado de dez minutos para registrar as respostas, é necessário que o link seja acessado por meio de um notebook ou desktop, num momento em que o Auditor possa realmente dedicar sua atenção ao questionário.

Para que o estudo traga resultados efetivos, ele precisa que o maior número possível de chefes responda o questionário. “O e-mail foi enviado no dia 11 de outubro. Mas até agora apenas 25 colegas responderam. Peço que os chefes de primeiro nível, que fazem parte da população do estudo, verifiquem suas caixas de e-mail e de spam. Muitos afirmam que não foram capacitados adequadamente para ocupar as chefias. Essa é nossa oportunidade de contribuir para o planejamento de futuras ações de capacitação para líderes de equipes da RFB”, afirma o Auditor Adalberto Corrêa.