Atuação no Congresso Nacional foca no apoio de parlamentares ao bônus de eficiência

Durante a semana de 23 a 25, a Diretoria de Assuntos Parlamentares teve como foco a atuação no Congresso Nacional em torno da regulamentação do bônus de eficiência. Na ocasião, os Auditores-Fiscais entraram em contato com líderes e parlamentares da base do governo em busca de interlocução, junto ao Executivo do Governo Federal, pela regulamentação da Lei 13.464/17.

Aos deputados e senadores, foi entregue uma carta (veja aqui) com trechos de manifestações do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, à imprensa em que ele se posiciona a favor da publicação do decreto que regulamenta o bônus. Neste documento, os Auditores-Fiscais solicitam ainda que os congressistas intercedam sobre a sua regulamentação junto ao ministro-chefe da Casa Civil, Rui Costa, e à ministra da Gestão e Inovação em Serviços Públicos (MGI), Esther Dweck.

Na Câmara, a presidente Nacional do PT, deputada Gleise Hoffmann (PR), solicitou aos Auditores que encaminhassem a carta para o seu gabinete e, com o material em mãos, ela contataria o líder do governo na Câmara, deputado José Guimarães (PT-CE), com o objetivo de interceder sobre o assunto junto ao ministro Rui Costa. A deputada Maria do Rosário (PT-RS) também se comprometeu a levar o pleito ao líder da bancada, Zeca Dirceu (PT-PR).

Foram visitados os deputados: Zeca Dirceu (PT-PR), José Guimarães (PT-CE), Renildo Calheiros (PCdoB-PE), vice-líder do Governo na Câmara, Fernando Mineiro (PT-RN), Bohn Gass (PT-RS), Carol Dartora (PT-PR), Marcon (PT-RS), Vicentinho (PT-SP), Alexandre Lindenmeyer (PT-RS), Antônia Lúcia (Republicanos-AC), Ícaro de Valmir (PL-SE), Fernando Mineiro (PT-RN) e Zé Neto (PT-BA).

No Senado, a busca de apoio político à regulamentação do bônus contou com encontros com os senadores Chico Rodrigues (PSB-RR), Cleitinho (Republicanos-MG), Damares Alves (Republicanos-DF) e Hamilton Mourão (Republicanos-RS). Os senadores de oposição se comprometeram a denunciar o não cumprimento do acordo com a categoria na tribuna.

Projeto Boas-vindas

Além do trabalho em defesa do bônus, os Auditores-Fiscais também contataram os deputados que atuam no primeiro mandato, dentro do projeto “Boas-vindas”. O objetivo é criar laços com esses congressistas. Na semana passada, a conversa ocorreu com os deputados Alexandre Guimarães (Republicanos-TO), Tadeu Veneri (PT-PR), Eduardo Velloso (União-Acre), Fernando Máximo (União-RO), Luiz Gastão (PSD-CE), Sargento Gonçalves (PL-RN), Ivoneide Caetano (PT-BA), Helena Lima (MDB-RR) e Thiago Flores (MDB-RO).

A deputada Jack Rocha (PT-ES) se comprometeu a enviar ofício pedindo uma reunião com a ministra Esther Dweck.

Além da 2ª vice-presidente do Sindifisco Nacional, Auditora-Fiscal Natália Nobre, do diretor de Assuntos Parlamentares, Auditor-Fiscal Floriano de Sá Neto, e da diretora-adjunta da pasta, Auditora-Fiscal Patrícia Fiore, integraram o grupo de atuação parlamentar os Auditores-Fiscais José Gonzaga Filho (Alagoas), Francisco Nogueira Guarita (Recife), Flávio Augusto Leite Galindo (Recife), Luis Augusto Carrete Mesquita (Porto Alegre), Ivaldo Hélvio Pinto Rego (Alagoas), Roney Sandro Freire Correa (Juiz de Fora), Marcílio Henrique Ferreira (Rio de Janeiro), Luiz Gustavo Pereira Regadas (Rio de Janeiro) e André Peixoto Lessa (São Paulo).

Conteúdos Relacionados