Assuntos Parlamentares

Categoria deve manter trabalho parlamentar durante recesso

O recesso parlamentar termina no dia 2 de fevereiro de 2018, ano que promete ser bastante agitado na política brasileira. Diante disso, a DEN (Diretoria Executiva Nacional) reforça a importância de que as atividades voltadas ao trabalho parlamentar continuem, com visitas a deputados federais e senadores da república em suas bases.

DAP conclama as bases para trabalho parlamentar no recesso

A partir da sexta-feira (22/12), o Congresso Nacional inicia o recesso parlamentar, deixando para o próximo ano o debate de pautas importantes que seguem pendentes de deliberação dos deputados e senadores. 

Fonacate: DEN discute trabalho contra Reforma da Previdência

O Sindifisco Nacional participou de reunião na sede do Fonacate (Fórum Nacional Permanente das Carreiras Típicas de Estado), na terça-feira (19/12), na qual as entidades que compõem fórum discutiram a continuidade dos trabalhos em 2018 pela derrocada da Reforma da Previdência. A discussão ocorreu depois de reunião entre alguns dirigentes das entidades com o deputado Rogério Rosso (PSD-DF). O parlamentar é vice-líder do Governo na Câmara e também presidente da Comissão Especial que analisará a MP (Medida Provisória) 805/2017, que propõe o adiamento dos reajustes salariais dos servidores públicos, de jan/2018 para jan/2019, e o aumento da contribuição previdenciária de 11% para 14% sobre o valor que exceder o teto do RGPS (Regime Geral de Previdência Social).

Caravana, atos e manifestos marcam a semana

O trabalho parlamentar em Brasília essa semana ganhou o reforço da caravana dos Auditores Fiscais vindo de várias regiões do País. Foram três dias de atividades no Congresso Nacional, coordenado pelos diretores da DAP (Diretoria de Assuntos Parlamentares), os Auditores Fiscais Devanir Oliveira e Maíra Giannico.

MP 795: Sen. Lindbergh Farias apresenta cálculo do Sindifisco no Plenário

O senador Lindbergh Farias (PT/SP), líder do PT no Senado, destacou em seu discurso no Plenário do Senado na quarta-feira (13/12), quando ocorria a votação da MP (Medida Provisória) 795/17, o valor apresentado pelo Sindifisco Nacional com relação aos prejuízos com a aprovação dessa matéria.

_Área Segura