Filha de um Auditor Fiscal da RFB (Receita Federal do Brasil), a menina Letícia (Lelê), de apenas dez anos, vem lutando contra uma doença maligna que atinge os glóbulos brancos e pode ser fatal: a leucemia.

De acordo com dados de 2016 do Inca (Instituto Nacional de Câncer), estima-se que novos dez mil casos venham a surgir, sendo a maioria entre homens.

Mas, para mudar essa realidade e transformar a vida desses milhares de brasileiros, incluindo a da pequena Lelê, basta um gesto de solidariedade, que é a doação de medula óssea. No site do Inca, o interessado pode encontrar todas as orientações necessárias. Veja aqui.

No caso da Lelê, algumas DS (Delegacias Sindicais) já organizaram campanhas solidárias à causa e, consequentemente, pela maior participação de doadores de medula no país. Essas iniciativas louváveis vieram da DS Recife, Fortaleza e Campinas.
Agora, o Sindifisco Nacional encampa esta causa e convida às demais DS e os filiados para que ajudem a aumentar este movimento em prol da vida! 

Participe! Seja um doador! Compartilhe as informações relativas à campanha da Lelê e ajude a mudar a vida de uma pessoa!

Veja aqui algumas artes que podem ajudar na divulgação da campanha:

faixa

banner 

cartaz medula

cartaz sem marca

 

Fonte: com informações do Inca

 

_Área Segura