O Comando Local de Mobilização do Rio de Janeiro esteve na DRJ-RJ do prédio do Ministério da Fazenda no Centro do Rio de Janeiro sendo representado pelos Auditores Fiscais Alexandre Cerqueira Monteiro (coordenador), Guilherme Reyes de Souza da DRF1 e Maria Lucia Miceli da própria DRJ.

Estiveram presentes 23 julgadores, dentre eles 9 presidentes de turma. Foram repassados os informes da mobilização e análise da conjuntura, próximos passos da mobilização e da greve. Falou-se também das ações judiciais contra o corte de ponto promovidas pela Unafisco Associação e Sindifisco Nacional.

Houve sugestão de que, já que o MPOG é o entrave, a negociação deveria ser feita diretamente com a Casa Civil, com o argumento de que o desentendimento dos ministérios está trazendo prejuízo econômico - como a suspensão do julgamento de processo bilionário no CARF.

Ao final, ficou acordado que, incluindo DRJ/Ipanema, das 21 turmas, 19 se comprometeram a não fazer sessão até 10/11. Os outros dois presidentes de turma ausentes da reunião serão consultados individualmente.

Nova reunião para reavaliação foi marcada para dia 13/11, às 14 horas.

A DRJ do Rio de Janeiro está comprometida com a mobilização dos Auditores Fiscais da RFB. 

Mensagens do CNM

_Área Segura