Durante à tarde de terça-feira (13/9), o CDS (Conselho de Delegados Sindicais), em Brasília deliberou sobre as propostas da Campanha Salarial. A primeira proposta aprovada pelos delegados foi a convocação de uma Assembleia Nacional, o mais breve possível, para a retomada da mobilização pela categoria.

Em seguida, por aclamação, foi aprovada a realização de atividades relacionadas à mobilização no dia 5 de outubro, em Santos. A proposta apresentada pelo CNM (Comando Nacional de Mobilização) é desenvolver um conjunto de medidas como a paralisação de 50% das atividades dos Auditores Fiscais, operação padrão nas Aduanas, além de eventos semanais nas Unidades.

Outros itens também foram aprovados, entre eles, a criação de medidas que direcionam os esforços da fiscalização e investigação para o combate à corrupção e desvio de verbas públicas. Os delegados aprovaram também que o Sindifisco Nacional inclua na pauta de reinvindicações que o regimento interno da Receita Federal seja alterado de forma a ficar simétrico com a Polícia Federal, referente à nomenclatura de alguns cargos de chefia, por exemplo, Auditor Fiscal delegado, Superintendente etc.

Todas as propostas aprovadas no CDS ainda serão levadas para Assembleia Nacional. O CDS volta a se reunir na quinta-feira (14/9), a partir das 9h, no hotel San Marco, em Brasília.

 

_Área Segura